quarta-feira, 16 de maio de 2012

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Sick Since - Killuminati



Morte aos reptilianos!!!kkkk

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Vinnie Paz "Keep Movin' On" Feat. Shara Worden

Americanos esterilizados em programa de eugenia lutam por indenização do Estado



Em 1968, nos Estados Unidos, Elaine Riddick foi violentada por um vizinho que ameaçou matá-la se ela relatasse o ocorrido a alguém.
Criada em ambiente cercado de abusos, filha de pais violentos, na empobrecida cidadezinha de Winfall, na Carolina do Norte, a adolescente tinha 13 anos de idade.
Nove meses mais tarde, quando estava no hospital, dando à luz uma criança - fruto do crime de que tinha sido vítima - Riddick foi violentada pela segunda vez, agora pelo Estado - ela diz.
Uma assistente social que a tinha declarado "mentalmente fraca" pediu ao Eugenics Board - órgão americano encarregado de implementar no país as ideologias da Eugenia - que esterilizasse a adolescente.
Hoje tida como uma falsa ciência, a Eugenia foi um dos pilares do Nazismo na Alemanha e chegou a ser considerada um ramo respeitável das Ciências Sociais.
O termo quer dizer "bom nascimento" e foi criado em 1883 pelo britânico Francis Galton. A ideologia propunha o estudo de agentes capazes de melhorar ou empobrecer as características raciais de gerações futuras, física ou mentalmente.
Mais de 60 mil americanos foram esterilizados, muitos contra a vontade, como parte de um programa que terminou em 1979. Seu objetivo, na prática, era impedir que pobres e deficientes mentais procriassem.
Décadas mais tarde, um Estado americano - a Carolina do Norte - está considerando indenizar as vítimas.

Coerção
As autoridades da Carolina do Norte forçaram a avó de Riddick a escrever um "x" no formulário de autorização. Após fazer o parto do bebê por cesariana, os médicos esterilizaram Riddick.
"Mataram meus filhos", ela diz. "Mataram os meus antes de chegarem", diz Riddick, que sofreu décadas de depressão e outras doenças, e hoje tem 57 anos.
Quase 40 anos após a última pessoa ter sido esterilizada como parte do programa de Eugenia da Carolina do Norte, o Estado criou um grupo de trabalho para tentar localizar as 2.900 vítimas que, estima-se, ainda estariam vivas.
O grupo espera reunir as histórias pessoais das vítimas e recomendar ao Estado que lhes ofereça alguma forma de indenização. Entretanto, com as finanças públicas sob pressão, não está claro se o Legislativo vai concordar.
"Sei que não posso corrigir (a injustiça) mas ao menos posso reconhecê-la", disse o deputado estadual Larry Womble.
Ele espera "contar ao mundo que coisa horrenda o governo fez com jovens meninos e meninas".
O movimento de esterilização nos Estados Unidos foi parte de um amplo esforço para "limpar" a população do país de características considerados indesejadas.
Entre as políticas adotadas estavam evitar a mistura de raças e o estabelecimento de cotas de imigração rigorosas para europeus do leste, judeus e italianos.
Um total de 32 Estados americanos aprovaram leis permitindo que as autoridades esterilizassem pessoas consideradas não aptas a procriar, começando com a Indiana, em 1907. O último programa terminou em 1979.
As vítimas foram criminosos e jovens delinquentes, homossexuais, mulheres de tendências sexuais tidas como "anormais", pessoas pobres recebendo ajuda do Estado, epiléticos ou pessoas com problemas mentais.
Em alguns Estados, as grandes vítimas do programa foram populações de origem africana e hispânica.

Puritanismo

Segundo historiadores, as esterilizações, aparentemente feitas com o "consentimento" de vítimas e familiares, aconteciam, na prática, à base de coerção.
Camponeses analfabetos recebiam formulários para assinar, detentos eram advertidos de que não seriam libertados com seus corpos intactos, pais pobres eram ameaçados de perder assistência pública se não aprovassem a esterilização de filhas "depravadas".
Entre alguns dos pedidos de esterilização recebidos pelo Eugenics Board em outubro de1950 estavam:
-Uma jovem de 18 anos, separada do marido, que tinha "comportamento anti-social"
-Uma vítima de estupro, negra, com 25 anos, que apresentava "tendências sexuais anormais"
- Uma menina de 16 anos que tinha sido enviada para uma instituição do Estado por "delinquência sexual" e cuja tia havia dado "assinatura de consentimento"
- Uma mulher branca, casada, com três filhos, cuja família havia dependido do Estado por muitos anos, e que tinha um "histórico de casamentos com índios e negros"
Segundo o historiador e especialista em leis Paul Lombardo, da Georgia State University, a motivação por trás das medidas era a indignação com a ideia de que pessoas que haviam desrespeitado códigos de conduta sexual acabariam precisando de assistência pública.
"Nesse país, sempre fomos muito sensíveis a noções de histórias públicas de sexualidade inapropriada", disse.
"É nossa formação puritana entrando em conflito com nosso senso de individualismo".
Os programas de esterilização também se baseavam em critérios raciais.
Segundo Lombardo, o discurso era: "Quanto menos bebês negros tivermos, melhor. Vão todos acabar dependendo de ajuda do Estado".

Carolina do Norte
Embora os especialistas calculem que milhares em vários Estados americanos tenham sido esterilizados como parte do programa no século 20, a Carolina do Norte se destacou por sua eficiência em implementar as medidas.
A maioria dos Estados promoveu esterilizações de detentos e pacientes em prisões e outras instituições.
Na Carolina do Norte, no entanto, assistentes sociais atuando na comunidade podiam fazer petições ao Estado para que indivíduos fossem incluídos no programa.
As autoridades de saúde calculam que dos 1.110 homens e 6.418 mulheres esterilizados na Carolina do Norte entre 1929 e 1974, cerca de 2.900 estejam vivos.Hoje, vários Estados examinaram seu passado e fizeram pedidos oficiais de desculpas.
No caso da Carolina do Norte, isso ocorreu em 2003. Mas alguns no Estado querem que o processo vá mais além.O deputado estadual Larry Womble continua a fazer campanha por indenização monetária para as vítimas.
Com a crise nas finanças públicas, no entanto, há poucas chances de que legisladores aprovem um pedido de US$ 58 milhões em indenizações - US$ 20 mil para cada vítima.
Uma das pessoas envolvidas na campanha é Charmaine Cooper, diretora-executiva do grupo de trabalho Justice for Sterilization Victims Task Force, criado pelo Estado.
"Minha esperança é de que o Estado reconheça que nunca haverá um bom momento para indenizações".
Entre as vítimas que deverão prestar depoimento está Riddick, que hoje vive em Atlanta. Para ela, a perspectiva de uma indenização de US$ 20 mil é um insulto.
"Deus disse, sejam fecundos, multipliquem-se. Eles não pecaram apenas contra mim, pecaram contra Deus".

Vinnie Paz - End of Days / Legendado



Sonzeira do Vinnie P,com uma vinheta foda do David Ickie e um refrão cabuloso do Block Mccloud!!!

terça-feira, 14 de junho de 2011

“O Hip Hop foi tomado por uma conspiração Luciferiana”, afirma Afrika Bambaataa


Em entrevista ao Chigaco Sun Times, o lendário DJ Afrika Bambaataa declarou: “O Hip Hop foi tomado por uma conspiração Luciferiana.” Segundo ele, um dos maiores culpados são as emissoras de rádio.

´´As pessoas tem usado o Hip Hop de maneiras que causam problemas na mente. Eles interpretaram o termo de maneira errada. Eles usam para descrever algo individual e não um todo. É como essas estações que dizem tocar Hip Hop. Eu vou até elas e os diretores de programação não sabem merda nenhuma sobre a cultura Hip Hop. Eles conhecem Rap. Eu pergunto à eles: Onde está o go-go, o Hip-house, o Eletro-Funk, O Raga, O R&B e o Soul?. Eles se calam.``

O discurso que matou Kennedy - Legendado





WAKE UP!!!
ACORDEM!!!

Nocivo Shomon - Retaliação



SHOMOOON!!!

ZAMBA - KILLUMINATI {com letra}



Nas passagens da Bíblia o Apocalipse é previsto, dois mil e onze vivemos na Era do Anticristo/
Preso na Matrix, essa realidade é uma ilusão, isso não é teoria é Conspiração/
Agenda do mal global escravidão prioridade da agenda redução da população/
Quem puxa as cordas do destino está na missão, nos planos para serem donos dos humanos/
Desde os tempos de Napoleão a humanidade é controlada, por várias sociedades secretas macabras/
Só para você ter uma noção, muitos acreditam que Lucifer é o caminho para a Iluminação/
Se não acredita investigue, ninguém é mais escravo que aquele que falsamente se acredita livre/
Se levantem, é hora de acordar, o despertar poderá nos libertar/
Eles querem nos manipular nos iludir a aceitar o caminho que irá nos autodestruir/
Um só governo mundial aí irmão anota aí, eles irão nos propor quando o mundo sucumbir/
O mundo é conquistado passo a passo, é o pentagrama invertido é a pirâmide e o compasso/
O mal no coração dos humanos é uma peste, fodam-se os Illuminati e o Grão-mestre/
Onze de setembro primeiro grande passo , para conseguir petróleo e conquistar mais um pedaço/
Mais uma vez a profecia se cumprindo, é o governo americano por trás do sacrifício humano/
E um detalhe do plano anjos caindo culparam os muçulmanos e dividiram o planeta/
É o capeta por trás do capitalismo, é a minoria empurrando a maioria para o abismo/
Os senhores do mundo levam a sério o Ocultismo, rituais sinistros Satanismo/
Controle mental terrorismo psicológico, alerta vermelho para um ataque biológico/
Se prepare para um evento catastrófico, a arma secreta já foi testada no Haiti/
Tecnologia HAARP, provocando terremotos e tsunamis/
Não importa qual será nossa etnia ou crença, o povo está sentenciado a ser infectado/
E as vacinas prejudicam mais que a própria doença, eu que não quero ser vacinado/
Eles controlam a circulação do vírus , o futuro da nossa família está ameaçado/
Gripe aviária gripe suína, criada em laboratório bactéria assassina/
Terceira guerra mundial cada vez mais se aproxima e a bomba é vinte vezes mais forte que a de Hiroshima/
Desastres combinados afetam a opinião pública, muitos se alistam para a guerra é morte súbita/
Codex Alimentarius veneno no alimento, fluoreto na água potável bilhões morrendo/
Sobreviventes sem atendimento, subversivos presos pela polícia do pensamento/
Eles querem nos manipular nos iludir a aceitar o caminho que irá nos autodestruir/
Um só governo mundial aí irmão anota aí, eles irão nos propor quando o mundo sucumbir/
O mundo é conquistado passo a passo, é o pentagrama invertido é a pirâmide e o compasso/
O mal no coração dos humanos é uma peste, fodam-se os Illuminati e o Grão-mestre/
Ordem através do caos tática do mal, dividir para conquistar o demonio é o general/
Primeiro o poder dos pesadelos aprisiona, depois a falsa esperança nos engana/
W Bush depois Barack Obama, maldita hipnose em massa que nos condiciona/
Ao caminho da degradação da destruição, eles não dão a mínima para a gente/
Eles controlam até a nossa presidente, eles criaram um sistema incrivelmente doente/
Eles criaram um inimigo inexistente, eles têm medo da mídia independente/
Eles são os verdadeiros terroristas, que estão por trás dessa globalização fascista/
Isso é real não é papo de conspiracionista, Nova Ordem Mundial é um sonho nazista/
Terrorismo faz parte do esquema, eles dirão que a Nova Ordem é a solução para o problema/
Mundo unificado poder centralizado, para a nossa segurança tudo será vigiado/
Sorria você está sendo escravizado, tipo aquele filme 1984/
Quem aceita o Big Brother está sendo condicionado, acostumado a aceitar viver confinado/
Se o mundo não acordar eles irão conseguir, a Nova Ordem implementar lá do topo da pirâmide/
Está em fase final os objetivos do mal, os planos da agenda da elite global/
O chip RFID, é a marca da besta que será implantada em você/
É o olho que tudo vê nas logomarcas multinacionais, é Satanás no controle contra a vida e a paz/

PAZ!!!

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Lowkey - Obama Nation/Terrorist/Million Man March LEGENDADO!!!

Lowkey, um dos rappers mais perigosos do mundo atirando contra o verdadeiro inimigo!
Muito Respeito!!!



PAZ!!!

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

CANUDO DA VIDA


Filtro completo em um canudinho O canudo que transforma água contaminada em potável removendo bactérias e vírus – e outras invenções para ajuda humanitária.
LIFESTRAW: é um sistema pessoal de filtragem que torna potável a água cheia de microorganismos causadores de diarréia Às vezes, as tecnologias mais simples têm o maior impacto na vida das pessoas. Veja como exemplo o sistema de filtragem móvel da empresa suíça Vestergaard Frandsen, batizado de LifeStraw (“canudo da vida”). É um tubo de plástico azul – mas muito mais grosso que um canudinho comum – contendo filtros que tornam potável a água contaminada com microorganismos que provocam cólera, febre tifóide e diarréia.
Os filtros, fabricados em resina halógena, matam quase 100% das bactérias e cerca de 99% dos vírus que passam pelo LifeStraw. A University of North Carolina em Chapel Hill testou o canudo com uma amostra de água contendo as bactérias Escherichia coli B e Enterococcus faecalis, além do vírus MS2 colifago, e mais iodo e prata. Os resultados indicam que o LifeStraw filtrou todos os contaminantes a níveis em que não representam mais um risco à saúde de quem ingere a água.
No entanto, o canudo não filtra metais pesados como ferro ou flúor, nem remove parasitas como a giárdia ou o criptosporídio, apesar de o CEO da empresa, Mikkel Vestergaard Frandsen, afirmar que há uma versão do LifeStraw disponível para grupos de ajuda humanitária em Bangladesh e na Índia capaz de filtrar arsênico.
Com menos de 25 cm de comprimento, o canudo pode filtrar até 700 litros de água - estimativa do consumo anual de uma pessoa. O LifeStraw deve ser jogado fora quando seus filtros ficam entupidos demais para permitir a passagem de água, o que acontece geralmente após um ano de
uso.
´´PORRA...MUITO FODA ESSA INVENÇÃO, IMAGINA QUANTAS VIDAS ESSE CANUDO PODERÁ SALVAR``
ZMC

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

sábado, 1 de setembro de 2007

quinta-feira, 16 de agosto de 2007